24.5.15

Caminhante




Andarilha
como o pai,
que nunca foi

Desenho meu: redes

Nenhum comentário: