14.10.10

Cântico de chuva

as cigarras gritam 
coral de graves e agudos
sinfonia desesperada

Nenhum comentário: